Basílica de São João Latrão, Roma

by Nós por aí | 2018-10-31 | Itália

Ao contrário do que se possa pensar, a arquibasílica de São João Latrão ou basílica di San Giovanni in Laterano  é a “igreja-mãe” de todas as igrejas católicas romanas do mundo, e não a basílica de S. Pedro no Vaticano.

Tal como a basílica de São Pedro, a de Santa Maria Maior e a de São Paulo Extramuros (a Sul de Roma) é uma das 4 basílicas papais em Roma e a mais antiga.

Arquibasílica de São João Latrão

Situa-se a Sudeste de Roma, junto à porta Asinaria da muralha de Aurelio.

Apesar da sua importância é um monumento com poucos turistas (ao contrário das multidões da basílica de S.Pedro), talvez por não ser um ícone da cidade o que contrasta com a sua magnificência exterior e interior.

Foi no palácio de Latrão, anexo à basílica que foi assinado o tratado de Latrão entre o Reino de Itália e a Santa Sé, dando o reconhecimento de total da soberania da Santa Sé no estado do Vaticano entre outros.

No interior da basílica, para além da grandiosidade da nave central, destaca-se logo o magnífico baldaquino, do século XIII, no centro do templo, projectado por Giovanni di Stefano.

Baldaquino

Baldaquino

Magníficos são também os tectos decorados com baixos relevos e o abside decorado com mosaicos que representam cenas religiosas. Sobressai-se muito, em toda a basílica, a cor dourada.

Abside da basílica

Abside da basílica

Podemos ver também o túmulo do papa Leão XIII, o último papa a ser sepultado fora da Basílica de S.Pedro.

No exterior, no átrio da entrada principal, podemos ver a estátua do imperador Constantino que originalmente estava nas termas de Constantino.

Atrás da Basílica, na Piazza San Giovanni in Laterano, mesmo em frente à entrada do palácio está o obelisco egípcio (obelisco Laterano) do séc. 15 a.C., fazendo dele um dos obeliscos mais antigos do mundo.

Obelisco Laterano

Obelisco Laterano

É também possível ver, no exterior da basílica, o batistério de Latrão onde teria sido batizado Constantino I e a Escada Santa (Scala Sancta).

Esta escadaria com 28 degraus de mármore emoldurados a madeira, leva-nos à capela pessoal dos primeiros papas (capela de São Lourenço), instalada num edifício do outro lado da rua, mesmo em frente à basílica, uma das propriedades extraterritoriais da Santa Sé. Segundo a tradição, estes são os degraus transladados de Jerusalém para o Palácio Laterano no séc. IV, que levaram Jesus até ao seu julgamento final. Em 1589 o papa Sisto V recolou-os para a posição actual em frente à antiga capela palatina.

Os peregrinos devotos sobem esta escadaria de joelhos.

Escada que dá acesso à capela dos papas (ao lado da Scala Sancta)

A basílica de S. João Latrão é uma das mais bonitas de Roma.

 

Basílica da Santa Cruz em Jerusalém

Muito perto fica a basílica da Santa Cruz em Jerusalém, e o nome não é engano, é mesmo “em” Jerusalém. Quando da sua construção no ano 325 a imperatriz Santa Helena, mãe do imperador Constantino I, mandou trazer terra de Jerusalém para que sobre ela fosse construída esta igreja que iria albergar as relíquias (da crucificação) trazidas da Santa Terra: dois espinhos da coroa de Cristo, um dos pregos da cruz e pedaços da cruz.

Basílica de Santa Cruz em Jerusalém

Hoje ainda é possível ver estas relíquias numa capela – Cappella delle Reliquie – dentro da basílica.

 

 

Se encontrou alguma incorreção neste artigo, por favor, diga-nos.


Partilhar artigo:      

 

    #basilica  #italia  #latrao  #papa  #roma