Visitar Mérida, uma herança viva da Lusitânia romana

Espanha 

by Nós por aí | 2019-05-15


Visitar Mérida é entrar num pedaço de história do império romano. Antiga capital da Lusitânia, Emérita Augusta como era chamada, foi fundada em 25 a.C. e é hoje cidade Património da UNESCO.

Para conhecer bem a cidade o melhor é mesmo percorre-la a pé (até porque o estacionamento não é fácil de encontrar) e um dia serve perfeitamente para conhecer tudo. Não se esqueça de adquirir bilhete para visitar as principais atracções romanas que poderá fazê-lo em qualquer bilheteira de um dos pontos de interesse.

Loba Capitolina

Loba Capitolina oferecida pela cidade de Roma

Um pouco por toda a cidade vamos descobrindo monumentos e vestígios da época romana. Um dos melhores exemplo é o Teatro Romano, mandado construir por Agripa no ano 16 a.C. (o mesmo que mandou construir o Panteão de Roma). É grandioso, não só pela sua capacidade em acolher 3000 pessoas, mas também pela sua harmoniosa construção. Ainda hoje, e após o seu restauro (em 1933), continua a ser utilizado para o fim que foi construído, e o melhor exemplo é o Festival Internacional de Teatro Clássico de Mérida que aqui é realizado todos os anos.

Teatro Romano de Mérida

Teatro Romano de Mérida

Mesmo ao lado, parte do mesmo complexo arqueológico faz parte o Anfiteatro Romano, construído para os espetáculos de lutas de gladiadores tal como acontecia no Coliseu de Roma (e em outros espalhados pelo império romano).

Anfiteatro Romano

Anfiteatro Romano

Em frente à entrada deste complexo está o Museu Nacional de Arte Romana onde se podem ver algumas peças retiradas de escavações inclusivamente do teatro e anfiteatro.

Museu de Arte Romana de Mérida

Museu de Arte Romana de Mérida

Embora menos imponente a Casa do Mitreo é um conjunto arqueológico do qual faz parte uma grande casa pertencente a uma família senhorial importante da época na qual se podem ainda ver vestígios relacionados com o culto a Mitra. Muito perto fica também o centro funerário de Columbários.

Ruínas da casa de Mitreo

Ruínas da casa de Mitreo

Ao percorrer as ruas do centro de Mérida temos oportunidade de ver o Arco de Trajano e o Templo de Diana, construído em finais do século I a.C., e atrás deste o palácio do Conde de los Corbos (do século XVI).

Arco de Trajano

Arco de Trajano

Templo de Diana

Templo de Diana

Dos tempos da ocupação moura ainda resiste a Alcáçova. Construída em 835 pelo emir de Córdoba, é considerada a primeira alcáçova islâmica da Península Ibérica.

Interior da Alcáçova de Mérida

Interior da Alcáçova de Mérida

Não precisamos andar muito para chegar ao rio Guadiana onde podemos atravessar uma das maiores (com 792 metros) pontes romanas de Espanha, a ponte romana de Mérida.

Ponte Romana

Ponte Romana

Na periferia norte do centro de Mérida visitamos ainda a Basílica de Santa Eulália, construída sob as fundações da antiga basílica do século IV destruída pelos almoadas.

Basílica de Santa Eulália

Basílica de Santa Eulália

Pode ver-se ainda o Circo Romano de Mérida, que também faz parte do Conjunto Arqueológico de Mérida, mandado construir pelo imperador Tibério no início do século I, era a maior edificação da altura. O Aqueduto de São Lázaro, um dos três aquedutos que forneciam água a Mérida.

 

espanha   Mérida

País: Espanha
Idioma: Castelhano/espanhol
Moeda: Euro (EUR)
Cód.Telefónico: +34
Fuso horário: + 1hora

 

Se encontrou alguma incorreção neste artigo, por favor, diga-nos.


Partilhar artigo:    
    #badajoz  #espanha  #merida  #romano

Voos baratos - Procura e compara voos low cost | momondomomondo
Encontra e compara voos baratos em mais de 1000 companhias aéreas e sites de viagens ✈ A maior oferta de voos low cost está na momondo.

 

Para as nossas viagens utilizamos o cartão Revolut