Do Vale do Rossim às Penhas Douradas

Portugal 

by Nós por aí | 2019-07-24


Este trilho (na boa verdade são dois trilhos) leva-nos a atravessar uma área fabulosa da Serra da Estrela que vai desde a lagoa do Vale do Rossim até aos formidáveis declives das Penhas Douradas. Atravessamos dois concelhos (Gouveia e Manteigas) mas mais do que isso uma paisagem incrível.

Mapa do Trilho

Mapa do Trilho

 

Barragem do Vale do Rossim

Barragem do Vale do Rossim

Começamos nas margens da Lagoa do Rossim. Nesta zona o trilho não está marcado, basta seguir a margem Sudeste da lagoa até ao ponto em que viramos para o interior da floresta. Se o nível da água estiver baixo facilita a travessia, caso esteja mais cheio podemos fazer alguns troços pelo bosque não perdendo de vista a margem. Quase no final da barragem viramos a Nordeste.

 

Vale das Éguas

Vale das Éguas

Passamos pelo Seixo Branco (um afloramento de quartzo róseo que representa um dos locais mais curiosos, sob o ponto de vista geológico, da Serra) ou pela pequena estrada de terra batida. Depois de subir um pouco, encontrarmos um pequeno vale onde se avista um aglomerado de árvores (pinheiros), é o Vale das Éguas. Ambos os trajectos valem a pena serem feitos (é pena não dar para fazer os dois ao mesmo tempo 🙂 ).

Continuando em direcção às Penhas Douradas fazemos um pequeno desvio até ao miradouro do Fragão do Corvo. É um dos melhores miradouros da Estrela. Lá em baixo a pequena vila de Manteigas.

No percurso até ao Fragão do Corvo podem admirar-se as construções típicas desta área. Há muitos anos atrás as Penhas Douradas foram procuradas por pessoas que sofriam de tuberculose e outras doenças respiratórias. Os mais abastados, aliando a saúde ao deslumbre do local, chegaram a construir casas que ainda hoje perduram.

Casa nas Penhas Douradas

Casa nas Penhas Douradas

Retomando o percurso,  vamos em direcção à estrada que liga as Penhas Douradas ao Vale do Rossim. Nesse mesmo sentido e poucos metros depois avista-se a capela de Nossa Senhora da Estrela, onde podemos ver lá  dentro a imagem de Nossa Senhora a segurar uma estrela.

Chegados à estrada, um pouco mais acima, seguimos para o Vale do Rossim. Podemos fazer ainda um desvio até ao posto de vigia para contemplar a vista.

Prosseguindo o percurso, ao chegar à rotunda, entramos de novo no trilho que nos levará até à fonte do Rossim, um grande bloco granítico de onde jorra água fresca para uma pequena pia de pedra.

Fonte do Vale do Rossim

Fonte do Vale do Rossim

Uns metros à frente e chegamos ao local de partida.

 

Trilhos  Trilho

Tipo: Circular
Estensão: 8,5 Km
Dificuldade: Baixa
Informações:

Normas de conduta

 

Se encontrou alguma incorreção neste artigo, por favor, diga-nos.


Partilhar artigo:    
    #gouveia  #manteigas  #penhas  #serra da estrela  #serradaestrela

Voos baratos - Procura e compara voos low cost | momondomomondo
Encontra e compara voos baratos em mais de 1000 companhias aéreas e sites de viagens ✈ A maior oferta de voos low cost está na momondo.